Biblioteca

97d2860871f3d35e35f6eb0477d3015a_M

A Biblioteca Ben Gurion apresenta uma rica variedade de obras literárias e multimídia, além de contar com revistas semanais e mensais, os principais jornais diários de São Paulo e com as edições de sexta-feira do New York Times e Jerusalem Post. Por conta do vasto material presente no espaço, a frequência média chega a 3 mil pessoas por mês.

Entre os temas procurados pelos associados, o que mais se destaca é literatura estrangeira, seguido por outros assuntos como literatura infantil, temática judaica e biografias.

A Biblioteca é frequentada por associados de todas as idades.

História

A Biblioteca da Hebraica foi criada em 1959 sob a direção do Dr. Moisés Gicovate. Contava na época com 500 títulos e seu acervo inicial era formado por livros em português, idiche, inglês e francês. As seções eram divididas em infantil, juvenil, circulante. A Biblioteca em pouco tempo tornou-se um sucesso e seu acervo acrescido de grandes e preciosas doações, como a doação da Coleção da Gazeta Israelita de São Paulo, que inaugurou a secção Judaica Brasileira.

Em 2003, a Biblioteca inaugurou um novo espaço inovando com mais serviços. Passou a oferecer um acervo digital (Internet, Vídeo, DVD, CD de música, CD-ROM) além do acervo impresso (livros, jornais, revistas e gibis).

Em 2006 passa a se chamar Ben Gurion, homenageando o grande estadista e um dos fundadores do estado de Israel.

Destaque  mês de JANEIRO/2016

Israel-Palestina : a construção da paz  vista de uma perspectiva global / organ. de Gilberto Dupas e de Tullo Vigevani.

Estruturada a partir do seminário com o mesmo título da obra, apresenta  textos de vários estudiosos e especialistas em torno desta temática importante e complexa  – o conflito árabe-israelense –  as tentativas de negociação para a paz, as questões religiosas, ideológicas e econômicas que o envolvem . Os  textos apontam  em ambos os lados  o estágio fundamentalista-nacionalista  que não permite  a paz  e  nem a compreensão das diferenças.  Os organizadores da obra acreditam que  para este conflito não há solução fora de uma perspectiva de negociações, de concessões mútuas, de segurança para ambos os lados e também de dignidade, condições econômicas de vida e de autonomia política.

DESTAQUE  DO MÊS  DE  FEVEREIRO/2016

 

O navio do destino : Rio de Janeiro, Lisboa, Nova York, 1942 : a história do Serpa Pinto, o vapor de luxo que resgatou centenas de judeus perseguidos durante a Segunda Guerra Mundial / Rosine De Dijn

 

O vapor de luxo Serpa Pinto – orgulho da marinha mercante portuguesa  –   nos traz um exemplo de rara neutralidade, no cenário da Segunda Guerra Mundial : em maio de 1942 conduziu de volta à Alemanha, os alemães que viviam no Brasil e queriam lutar pelo Fuhrer e pela pátria. E, por outro lado,  em junho deste mesmo ano,  transportou cerca de 700 refugiados, a maioria judeus, da Europa para Nova York : famílias, cidadãos anônimos e, dentre eles, Marcel Duchamp, Simone Weil e Pierre Dreyfus, filho de Alfred Dreyfus. Apesar das ameaças da marinha de guerra alemão,  ao navio e ao seu capitão – Américo dos Santos – o navio escapou de ir a pique em 1944. Um texto interessante que nos revela fatos pouco conhecidos, ligados à Segunda Guerra Mundial.

 

DESTAQUE  DO MÊS  DE  MARÇO/2016

Os judeus que construíram o Brasil : fontes inéditas para uma nova visão da história / Anita Novinsky , Daniela Levy, Eneida Ribeiro, Lina Gorenstein

 

A abertura dos depósitos do Santo Ofício da Inquisição, com documentos mantidos sob sigilo por mais de 500 anos pelo governo português, finalmente comprova que a Inquisição chegou ao Brasil no final do século XVI. A obra  detalha os fatos acontecidos com os judeus no Brasil :   a chegada da comunidade judaica ao país, sua participação na construção da nova nação e  as perseguições sofridas,  basedos nestas importantes e novas fontes históricas.

 

Estatísticas 2015

Títulos mais emprestados em 2015

1. A garota silenciosa – Tess Gerritsen  – 49 empréstimos
2. Um tempo entre costuras- María Dueñas  – 42 empr.
3. Cartas lacradas – Dora Openheim   – 41 empr.

 

Associados que mais emprestaram livros em 2015

1. Saad Scemes – 114  títulos
2. Diana Scemes – 94  títulos
3. Rita Resnichenco – 85 títulos